Ouça agora na Rádio

N Notícia

Astrofísico norte-americano: Viagem no tempo é tecnicamente possível

FOTO: CC0 Public Domain/pixabay

Astrofísico norte-americano: Viagem no tempo é tecnicamente possível

De acordo com o astrofísico da Universidade de Ohio Paul Sutter, as viagens no tempo são possíveis, informa o portal Express.

Enquanto a maioria acredita que a ideia de viajar no tempo é fantástica, há cientistas que acham que tal é tecnicamente viável. As informações são da SPUTNIK NEWS BRASIL.

O astrofísico Paul Sutter da Universidade de Ohio aponta que, se os engenheiros criarem uma aeronave que se possa deslocar à velocidade da luz, isso permitiria realizar uma viagem no tempo, informa o Express.

 "Se conseguirmos construir um foguete bastante grande para permitir a aceleração constante de 1g (9,8 m/s2), este atingiria o centro da Via Láctea, que fica a 20 mil anos-luz, em várias décadas de tempo pessoal", informou Paul Sutter. 

De acordo com ele, tal viagem espacial de duas décadas pode ser igual a 40 mil anos na Terra. 

 

"A relatividade geral permite, em princípio, a viagem ao passado, mas tal possibilidade parece ser excluída em todos os casos", sublinhou o astrofísico norte-americano. 

Ele acrescentou ainda que a progressão inevitável do tempo do passado para o futuro assemelha-se a outra lei da natureza, à entropia (grandeza termodinâmica que mede o grau de irreversibilidade de um sistema, encontrando-se geralmente associada ao que se denomina por "desordem" de um sistema termodinâmico). 

Albert Einstein estabeleceu que a viagem à velocidade da luz vai reduzir a velocidade do tempo para os cosmonautas a bordo, enquanto as pessoas na Terra vão experimentar o passar do tempo da forma habitual. 

FONTE: SPUTNIK NEWS BRASIL
Link Notícia