Ouça agora na Rádio

N Notícia

'Eles sabem que a questão da soberania vai ser diferente comigo', diz Lula

FOTO: © REUTERS/ Paulo Whitaker

'Eles sabem que a questão da soberania vai ser diferente comigo', diz Lula

O ex-presidente Lula afirmou em discurso nesta segunda-feira (2) que seus adversários não esperavam vê-lo na liderança da pesquisa eleitoral do Datafolha, fez críticas ao presidente Michel Temer (PT) e criticou a operação Lava Jato.

Da Sputnik News Brasil

"Achavam que depois da pesquisa eu ia acabar. Qual foi a surpresa deles quando pegaram o resultado da pesquisa no sábado e eu tinha 35%. O segundo colocado [Jair Bolsonaro], 17%"

Lula também afirmou que os responsáveis pelo levantamento colocam candidatos com o único objetivo de reduzir seu percentual de votos. "Eles sabem que eu poderia ter 40%", disse.

A fala ocorreu durante a abertura do 8º Encontro Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), no Rio de Janeiro.

O petista afirmou que o atual Governo pretende "vender o futuro do país", suas estatais e a Amazônia. Para Lula, "esta elite que está governando tem complexo de vira-lata". 

"Eles sabem que a questão da soberania vai ser diferente comigo", afirmou o ex-presidente.

Lula voltou a fazer críticas à operação Lata Jato, acusou a Polícia Federal e o Ministério Público de mentir e desafiou o juiz Sergio Moro a "apresentar prova de R$ 1 que eu tenha desviado".

O petista comentou a situação política da Venezuela e afirmou que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não deveria interferir na política do país latino: "Não é o tal do Trump que vai dizer. Ele deveria cuidar um pouco mais dos Estados Unidos para não acontecer a tragédia que aconteceu ontem".

"Quem decide o destino da Venezuela é o povo da Venezuela. Nós somos defensores da autodeterminação dos povos".

Lula também afirmou que pretende "democratizar os meios de comunicação neste país".

FONTE: SPUTNIK NEWS BRASIL
Link Notícia