Ouça agora na Rádio

N Notícia

Polícia Civil apreende arma, droga e prende uma pessoa por tráfico em São Jorge.

FOTO: Policia Civil de São João

Polícia Civil apreende arma, droga e prende uma pessoa por tráfico em São Jorge.

Meio quilo de maconha e espingarda calibre 22 apreendidos e uma mulher presa.

No dia 1º de agosto a Polícia Civil com apoio da Polícia Militar do Pelotão de São João e ROTAM Canil de Pato Branco, deflagrou uma operação no município de São Jorge D’Oeste com intuito de cumprir mandados de busca e apreensão onde foi logrado êxito na apreensão de meio quilo de maconha em tabletes e em porções prontas para venda, uma arma de fogo de calibre 22 e foi presa em flagrante uma mulher de 35 anos pelo crime de tráfico de entorpecentes.

Segundo a Delegada de Polícia Civil da Comarca de São João que chefiou toda a investigação, Drª Franciela Alberton Biava, as investigações iniciaram a cerca de 30 dias, após receberem denuncias de que um homem de 23 anos estaria vendendo drogas em São Jorge.

De posse das informações foi iniciadas as diligencias e, após fazer todo levantamento, confirmando as denuncias anônimas, as equipes policiais seguiramao endereço onde funcionava o ponto de venda de drogas. 

Na ocorrência, foi utilizado o cão de faro de entorpecente, de nome "Thor", da ROTAM/CANIL 3° BPM de Pato Branco, que  localizou no quintal da residência, enterrada, uma sacola, que continha parte da maconha apreendida. Durante buscas no interior da residência foram encontradas pequenas porções de droga que estava pronta para venda e encontrado ainda uma arma de fogo calibre 22.

De acordo com Drª Franciela essa operação derruba um dos maiores pontos de tráfico na Comarca “o indivíduo investigado é considerado bem forte na distribuição de drogas na nossa região, infelizmente não conseguimos localizá-lo, ele esta foragido, mas a convivente dele que auxiliava nas vendas foi presa em flagrante e encaminhada a Pato Branco...”.

Cabe ainda reforçar, que este trabalho somente é possível, através das denúncias da comunidade. Para tanto, quando suspeitar de que ações semelhantes estejam ocorrendo próximo à sua residência, entre em contato com a Polícia, lembramos que seu nome é mantido no mais absoluto sigilo.

FONTE: Ademir Hanzen com informações da Policia Civil de São João.
Link Notícia