Ouça agora na Rádio

N Notícia

Corpo encontrado carbonizado em Ampére pode ser de bancaria.

FOTO: Site Rádio Ampére

Corpo encontrado carbonizado em Ampére pode ser de bancaria.

Restos mortais estavam dentro de um veículo queimado

A Polícia Civil de Ampére, sudoeste do Paraná, já abriu inquérito para investigar o desaparecimento de uma bancaria da cidade vizinha de Realeza. Ela sumiu na tarde desta segunda-feira, 9, e o carro da mulher foi encontrado queimado com um corpo carbonizado dentro. O veículo foi achado no final da manhã desta terça-feira, 10, as margens da rodovia PR 182, há cerca de 2 km da cidade. A suspeita é que o corpo seja de Vanda Salete Crestani Cantelle, 50.

 Ela era funcionária do banco Itaú naquele município e teria saído do trabalho por volta das 16h não sendo mais localizada. Familiares iniciaram buscas, mas sem êxito. Posteriormente a policia foi informada sobre o desaparecimento da bancária e iniciou o trabalho para localizar a mulher.

 Na manhã desta terça-feira o veículo de propriedade da família, um Honda Civic, foi localizado na PR 182 em Ampére. Um morador procurou a polícia informando que ontem a noite avistou fogo e hoje encontrou um carro queimado. A equipe da PM se deslocou até o ponto indicado e constatou ser o veículo que a mulher estava no dia do desaparecimento.

 O carro estava às margens da rodovia, cerca de 300 metros do trevo que dá acesso a cidade, atrás de uma mata. Dentro dele foi localizado no banco de trás um corpo carbonizado. A bolsa da bancária e alguns pertences foram encontrados perto do local. Foi constato que a bolsa foi aberta e vários objetos foram jogados no chão, como a carteira de identidade, carregador de celular e até cartões de crédito.

 O delgado da Policia Civil, Fernando Zamoner, disse que o trabalho de investigação já foi iniciado e todas as providências foram tomadas para apurar esse crime. “Possivelmente o corpo é da mulher, mas para confirma precisamos do exame de DNA e isso será feito. Agora vamos ouvir familiares, amigos e colegas de trabalho para elucidar esse fato.”

 O trabalho será coordenado pela Policia Civil de Ampére em conjunto com a equipe de Realeza. “Queremos o quanto antes dar uma resposta a sociedade, mas precisamos agir com cautela para não prejudicar o trabalho. Nesse momento não descartamos nenhuma linha de investigação e vamos apurar todos os fatos. As pessoas que tiveram informações podem entrar em contato e o sigilo do informante será mantido.”

 O local onde o carro foi encontrado foi isolado até a chegada da Criminalística e também do Instituto Médico Legal. Os restos mortais foram recolhidos e encaminhados ao IML. Possivelmente a família de Vanda deverá acionar a justiça para liberar o corpo para realizar os atos fúnebres, e posteriormente exame de DNA deverá apostar a identificação.

 Vanda era casada, tinha dois filhos, morava a Realeza há vários anos e era irmã do ex-prefeito de Chopinzinho Vanderlei Crestani.

FONTE: Julio Cesar Alves - Rádio Ampére AM
Link Notícia